Temer afirma que reforma da Previdência não será abandonada

 
O presidente Michel Temer afirmou ontem (22) que o governo não abandonará a proposta de reforma da Previdência Social. Temer participou da cerimônia de abertura do 28º Congresso Aço Brasil, em Brasília. Enviada no ano passado pelo governo, a reforma está em análise no Congresso Nacional. O texto já foi aprovado por uma comissão especial da Câmara, mas ainda precisa ser analisada pelo plenário para, então, seguir para o Senado. Ainda não há data marcada para a votação.
 
Para o projeto ser aprovado, é necessário o apoio mínimo de 308 dos 513 deputados. Na avaliação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), porém, o governo não tem "hoje" os votos para aprovar a reforma.
 
"Não abandonaremos a reforma da Previdência. É uma coisa que eu peço: o engajamento dos senhores e das senhoras. Não basta que preguemos a necessidade da reforma com dados assutadores, mas o déficit deste ano é de mais de R$ 180 bilhões e, no ano que vem, mais de R$ 200 bilhões e assim sucessivamente. Num dado momento, só teremos dinheiro para pagar pensões e servidores", declarou o presidente nesta terça.
Aprovação ainda neste ano
 
Aos empresários do setor do aço, Temer acrescentou que o objetivo do governo é aprovar a reforma ainda neste ano. Ele voltou a dizer que a reforma da Previdência é uma medida "popular e não populista", porque, segundo o presidente, "você produz hoje, há preocupações amanhã, mas aplausos depois de amanhã".
 
"O Congresso está entusiasmado com isso. Reitero o pedido de engajamento porque temos de realizá-la [a reforma] neste semestre. Quando peço engajamento, basta que na sua casa você fale isso, com os amigos, em entrevistas, porque é importante para o Brasil", completou.
 
Partidos do "Centrão", porém, que somam mais de 120 deputados, já avisaram a Temer que não votarão a reforma da Previdência. Além disso, líderes da base divergem sobre o teor da proposta e sobre o momento oportuno de votar as mudanças nas aposentadorias. Com informações do Portal G1


Vídeos

Apoiadores