Operação no Rio prende 15 pessoas por fraudes previdenciárias

 
A Força Tarefa Previdenciária deflagrou, na manhã desta sexta-feira (8), a Operação Cardiopatas, com o objetivo de combater fraudes previdenciárias no estado do Rio de Janeiro. Ao todo, foram cumpridos 12 mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, 15 de busca e apreensão e 20 de condução coercitiva, nos municípios de Campos dos Goytacazes, São João da Barra, Italva e Casimiro de Abreu.
 
No curso da investigação, foram comprovadas fraudes em 34 benefícios por incapacidade, entre auxílios-doença e aposentadoria por invalidez. Os criminosos utilizavam documentos médicos ideologicamente falsos para obter os benefícios com a ajuda de técnicos do seguro social, médicos peritos, médicos particulares e agenciadores de benefícios.
 
O prejuízo até o momento identificado ultrapassa os R$ 4,3 milhões. Pelos desvios e fraude, os investigados responderão pelos crimes de estelionato previdenciário, corrupção passiva e ativa, peculato e violação de sigilo funcional.


Vídeos

Apoiadores